Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

II Spring Technology Festival, realizado no dia 21 de outubro, reuniu universidades, organizações e empresas de tecnologia na cidade de São José dos Campos – SP com o intuito de promover intercâmbios de informações e também de despertar o interesse da população em geral por tecnologia.

Além do Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA), o evento contou com a participação de diversas empresas de tecnologia como a Athos, Bionicenter, NipBr, Google for education dentre outras. O público pode conferir exposições, experimentos científicos e palestras na área de tecnologia para aplicativos, internet e segurança digital. 

Os militares do ICEA expuseram projetos desenvolvidos pela Subdiretoria de Pesquisa e também ofereceram um minicurso de pilotagem dos chamados drones (veículos aéreos não tripulados) com orientação teórica e prática para crianças e adultos.

 

Projetos apresentados no II Spring Technology Festival

 

O ADS-B/CYBER (Automatic Dependent Surveillance-Broadcast) é uma tecnologia de vigilância cooperativa, em que as aeronaves determinam sua posição através de informações coletadas de sensores GNSS e periodicamente transmitem-nas através de ondas de rádio. 

O projeto ATC-TAAM (Total Airspace and Airport Modeller) foi apresentado como ferramenta de modelagem em que é possível criar cenários de fluxo aéreo. Estes cenários mostraram-se importantes por gerarem relatórios que auxiliam na análise de futuras modificações em rotas, aeroportos e setores de controle de trafego aéreo. 

O projeto de RPAS (Remotely Piloted Aircraft Systems) tem como objetivo desenvolver estudos relacionados a inspeção de equipamentos de auxílios a navegação aérea utilizando veículos aéreos não tripulados, popularmente conhecidos como drones. Na ocasião da feira de tecnologia, foi apresentado um caso simulado de uma Inspeção de PAPI utilizando o RPAS. A proposta do sistema é abordar o uso de uma plataforma robótica aérea para realizar a inspeção em voo dos auxílios à navegação aérea, coletando informações dos sinais de rádio frequência emitidos pelos auxílios baseados no solo, assim como imagens quando se tratar de auxílios visuais. O RPAS poderá ser tanto um modelo de asa fixa quanto um modelo de asa rotativa, dependendo do tipo de missão e desempenho requerido, com sensores e antenas dedicados, devidamente especificados para o tipo de auxílio à navegação que se deseja avaliar. O sistema proposto é uma solução de baixo custo, que poderá substituir parcialmente ou integralmente as tarefas repetitivas e custosas no contexto da inspeção em voo. 

O setor de Meteorologia do ICEA apresentou no II Spring Technology Festival, um produto oriundo de dadoscoletados através de radar meteorológico por meio da simulação de um evento real de linha de instabilidade que ocasionou danos materiais na região sul do país. Cabe ressaltar que os produtos provenientes dos dados de radares meteorológicos são bastante empregados em diversas áreas de atuação, como a agricultura, a navegação marítima e principalmente a aviação, uma vez que as condições de tempo impactam diretamente a segurança e a fluidez na navegação aérea. 

Os expositores participantes do ICEA foram: Ten Cel Barreto, 1 ° Ten Mario, 2° Ten Gisele Fernandes, SO Gláucio, 2S Tavares, CV Tostes, Consultor Milton, Pesquisador Fillipi e o Pesquisador Samuel.

Fim do conteúdo da página